Conheça alguns pecados de não ser uma empresa sustentável

A questão de sustentabilidade é um assunto que está cada vez mais recorrente nos dias de hoje. Uma pesquisa feita com mais de 400 empresas pela Fundação Dom Cabral levantou que somente 36% das empresas têm atos de sustentabilidade e que 68% delas entendem que, além de valorizar a marca e a imagem, cria mídia positiva, motiva seus funcionários e melhora seus processos. Porém, 78% afirmam essa preocupação e que tem em seu planejamento ser sustentável. Há várias formas da empresa se adequar para contribuir com o meio ambiente. Entretanto, cada uma tem que analisar o que cabe ser adotado, mas existem algumas atitudes simples que podem ajudar na preservação.

Consumo de muita energia

Ambientes escuros consomem muita energia. Pensando nisso, uma grande tendência é que as construções serão feitas de forma mais sustentável, como por exemplo, cômodos onde são pintados de branco e há janelas grandes que possibilitam a entrada de bastante luz solar, diminuindo assim o consumo de energia elétrica. Uma grande solução são os painéis solares, sendo ainda capaz de disseminar a energia que não é utilizada para a vizinhança quando a empresa não está ativa, ou seja, durante a noite.

Foto: divulgação

Lixos sem coleta seletiva

Outra solução muito básica, mas muito importante, é a colocação de cestos de coleta seletiva em todos os corredores da empresa, evitando cestos de lixo embaixo de todas as mesas de funcionários. Essa pequena atitude pode ser feita em parceria com cooperativas para retirada do lixo e, em alguns casos, podem levar em centros de reciclagem e ainda receber dinheiro pelo material descartado, o que pode ser um incentivo para cobrir os custos que terá pela separação. A não reciclagem do lixo pode ocasionar a contaminação do solo e a contaminação da água nos lixões.

Uso de copos plásticos

A prática de levar a própria garrafa de água para o trabalho é uma das alternativas que pode ser inserida na empesa. A não utilização de copos plásticos ajuda na não poluição dos rios, vias públicas, entupimento de bueiros, além de não ficar no meio ambiente de 250 a 400 anos para ser decomposto.

Desperdício de água

A reutilização e o tratamento da água são formas de contribuir para causar menos impacto ambiental. Após passarmos por crises hidrográficas nos últimos anos, implementar soluções que usam água de chuva e água que sai do ar-condicionado são de extrema importância. Além de representar uma redução de custo a longo prazo, podem ser reutilizadas pela própria empresa em atividades como lavagem de áreas externas, regar plantas, uso no vaso sanitário, entre outros.

Impressão desnecessária

Outro ponto que vale ressaltar são os softwares de gerenciamento de documentos que estão disponíveis, pois eliminam a impressões desnecessárias de papéis, no qual o arquivamento eletrônico possibilita uma melhor organização e uso consciente do espaço de arquivo físico.

Tendo hábitos conscientes e pequenas soluções, as empresas, ainda que individualmente, podem assim, fazer gradativamente a diferença de redução do impacto ambiental.

Rodrigo Reis é diretor comercial e sócio da Reis Office. 

 

Calendário 2019
Solvay inaugura fábrica no Brasil e amplia participação na química sustentável
Mudanças do clima estão tornando os incêndios maiores, mais quentes e perigosos
Mulheres, inovação e protagonismo