Microprodutora vence obstáculos e cria cooperativa de agricultores familiares em SP

É comovente, fascinante e extraordinário ver a luta de algumas pessoas para fazer de fato o que as campanhas políticas promovem e defendem, como crescimento do país, inovação, educação, empreendedorismo e emprego. Mas, quem faz isso é o espírito empreendedor dos brasileiros.

Foto: Página Sustentável

Vejam só a luta da microprodutora Satiko Kitamura, que enfrentou uma batalha de mais de 6 anos para criar a sede e uma base de produção de uma cooperativa de agricultores familiares da cidade de Juquitiba, na BR-116, a caminho de São Paulo para Registro. Satiko não desanimou. Com um grupo de microprodutores, ela lidera uma organização cooperativista para dar viabilidade econômica, financeira e ampliar o crescimento de agricultores, além de dar utilidade a um monte de sítios que nada produzem.

A Coopjuqui tem cadeias produtivas como o shitake, o shimeji e as hortas orgânicas que já fornecem para a rede pública. Estão trabalhando com mel e ganharam uma casa do mel em retribuição ao plano de coleta de água na região.

Cultivam amora-preta, rãs e, por meio dos incentivos do plano de microbacias, duas pessoas do Governo do Estado, o secretário Arnaldo Jardim e o atual Francisco Jardim conseguiram recursos para a montagem de uma fungicultura com uma instalação sofisticada que produz o composto.

São mais de 100 cooperados e deverá crescer substancialmente. Faço do trabalho da microprodutora Dona Satiko o destaque deste artigo, pois ouvi de sua boca a resposta, perante tantos obstáculos que precisou enfrentar para chegar até o ponto que chegou, principalmente em batalhas burocráticas, e políticas.

Ao ser questionada por qual motivo não desistiu, ela respondeu: “Porque atrás de mim havia muita gente que não podia ser abandonada”.

O Brasil que coopera, supera. Não podemos ter mais o governo no centro. Ao contrário, a sociedade produtora é que deve ser o centro das atenções.

José Luiz Tejon Megido é conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM.

Shopping Parque da Cidade adota inovação em sistemas de gestão da água
Projeto fortalece posição estratégica do etanol
Encontro no Sesc Avenida Paulista discute os caminhos do fotoativismo
Transformar cidades em um lugar melhor para viver: o futuro sendo construído hoje