Órigo Energia vai construir a terceira fazenda solar no Brasil

A geração de energia solar no país apresenta crescimento exponencial. De acordo com os dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o setor cresceu 448% nos últimos dois anos: de 1.827 sistemas passou para mais de 7.600 micro e minigerações no Brasil em 2016 e cresceu quase 32% em 2017. A evolução do mercado estimulou a Órigo Energia, antiga EBES, a construir sua terceira fazenda solar no país com previsão de conexão em julho de 2018. As três unidades estão localizadas em Minas Gerais (João Pinheiro, São Francisco e Francisco Sá). 

A fazenda solar, serviço inovador que propõe uma nova maneira de gerar e consumir energia renovável, garante uma economia de até 10% para empresários mineiros e oferece planos de assinatura mensal para as empresas que são atendidas pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

Ao todo, o investimento nas três fazendas foi de aproximadamente R$ 55,5 milhões e a capacidade de geração é de 2.300 MWh/mês de energia, podendo abastecer até 650 estabelecimentos. A primeira unidade conta com 63 consorciados recebendo energia solar e a segunda unidade passa a disponibilizar o benefício até o fim do semestre.

O serviço está disponível para pequenas e médias empresas e o processo de adesão é simples: a Órigo Energia analisa o consumo dos últimos 12 meses do cliente e a partir deste levantamento, indica a quantidade de lotes necessários para atender cada demanda. Em seguida, utilizando-se da rede da Cemig, a energia gerada pelo lote chega ao cliente como crédito em sua conta.

"A Órigo Energia tem como propósito massificar a adoção da energia solar, de maneira que seja acessível a todos e tornando o consumidor protagonista na produção de energia limpa e renovável, ao mesmo tempo em que proporciona economia. O projeto da fazenda solar é pioneiro no mercado, pois oferecemos ao empresário a liberdade de escolha na maneira de produzir e consumir energia, sem necessidade de investimento. Esta terceira unidade é apenas o começo da nossa ampliação", explica Surya Mendonça, CEO da Órigo Energia.