CNPE delibera metas do RenovaBio

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) encaminhou para aprovação da Presidência da República, na última terça-feira (5), as metas compulsórias anuais de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa para a comercialização de combustíveis.

O CNPE propõe a redução de 10% nas emissões de carbono na matriz de combustíveis do país, passando dos atuais 74,25 g CO2/MJ para 66,75 g CO2/MJ, o que corresponde à retirada de 600 milhões de toneladas de carbono da atmosfera até 2028.

Foto: divulgação

O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, lembrou que as metas aprovadas foram apresentadas no Dia Mundial do Meio Ambiente e parabenizou a proposta do programa. “O RenovaBio é um caminho de mudança e transformação, responsável por importantes conquistas na redução de emissões de gases de efeito estufa”.

Com a definição das metas de descarbonização, o RenovaBio procederá a regulamentação dos mecanismos de certificação da produção de biocombustíveis e do crédito de descarbonização.