Mercado Livre incorpora embalagens biocompostáveis

O Mercado Livre vai inserir embalagens produzidas com material 100% biodegradável e compostável na operação logística de sua unidade de negócios Mercado Envios. A partir de outubro de 2018, um primeiro lote de 4 milhões dessas embalagens passará a ser utilizado na operação de Fulfillment e Crossdocking da empresa no Brasil e na Argentina. O investimento realizado para esta iniciativa é de USD 1,2 milhão e a Biop é a empresa parceira do projeto.

"Este primeiro grande passo nos permitirá avaliar o impacto sobre a operação e a experiência de nossos usuários. Queremos impulsionar o desenvolvimento de fornecedores locais que ofereçam soluções de embalagens inovadoras, tanto para o Mercado Livre quanto para outros players do setor e empresas que fazem parte do ecossistema do e-commerce em geral", afirma o COO do Mercado Livre, Stelleo Tolda.

Foto: divulgação

A fabricação do bioplástico é livre de substâncias químicas ou suspeitas de afetar a saúde, maximizando o uso de materiais que estão em constante renovação na natureza. No ambiente industrial, a compostagem ocorre em poucas semanas e facilita o processo de biodegradação através de microrganismos.

"Os bioplásticos estão entre as tecnologias mais limpas e mais dinâmicas do século XXI. Em seu processo de produção, descartes da agricultura e da indústria de alimentos são transformados em materiais sustentáveis ??de alto valor, o que representa uma oportunidade única para as economias latino-americanas. Este passo dado pelo Mercado Livre é um forte sinal para empresas como a BIOPSA inovação de que o mercado está pronto para esses produtos; temos de continuar trabalhando para o desenvolvimento desta indústria em toda a região", destaca o presidente da Biop, Diego Moyano.

Cabify adere ao Pacto Global da ONU
Ford inicia produção de van elétrica para entrega StreetScooter
Estudo mostra que leis sobre seguro ambiental precisam de aperfeiçoamento
Pirlimpimpim?