PepsiCo utiliza tecnologia capaz de poupar 3 milhões de litros água por ano

A PepsiCo implementou uma tecnologia capaz de economizar até 3 milhões de litros de água em sua fábrica de Sorocaba (SP). A iniciativa teve início em 2016, quando a companhia teve apoio da TetraPak para encontrar uma solução tecnológica que permitisse a redução significativa do uso de água na fábrica de Petrolina (PE). Após obter resultados expressivos na economia de recursos hídricos, a companhia investiu na instalação de um segundo sistema WFS (Water Filtration Station) em sua operação. A estação de tratamento economiza até 95% da água utilizada no processo de envase, quando comparada a uma linha convencional.

O equipamento tem capacidade de poupar até 3 milhões de litros de água por ano, o que representa 331 caminhões pipa ou o consumo de uma família com quatro pessoas durante 31 anos. “Essas iniciativas fazem parte da estratégia global de sustentabilidade ambiental da companhia, que está diretamente relacionada à sua visão de negócios de Performance com Propósito (PwP) e visa, entre uma série de outros pilares, à preservação dos recursos hídricos e à conservação de fontes globais de água, especialmente em áreas de escassez”, afirma Eudes Costa, gerente Sênior de Meio ambiente, Saúde e Segurança da PepsiCo Brasil. Entre uma série de metas de PwP ligadas aos pilares de Produtos, Pessoas e Planeta está a melhoria da eficiência do uso da água nas operações de fabricação direta da companhia em 25% até 2025.

Crédito/Foto: Divulgação

Muitos dos projetos da PepsiCo em prol da preservação da água também integram o programa global de sustentabilidade da companhia, chamado de ReCon (Resource Conservation). Com uma década de existência, a iniciativa surgiu com o objetivo de conscientizar e implementar ações voltadas para o uso racional de água e energia no processo produtivo da PepsiCo ao redor do mundo. Desde sua ativação no Brasil, que aconteceu entre 2006 e 2016, foi possível diminuir o consumo de água de 6,9 litros/quilo para 2,64 litros/quilo em todas as unidades, por meio de programas de conscientização com os funcionários da empresa e de investimentos em novas tecnologias para melhorar a eficiência dos processos produtivos. Globalmente, em 2016, a companhia conseguiu poupar um bilhão de litros de água no mundo, que resultou em redução de custos de US$ 17 milhões.

Outra iniciativa de destaque é a colaboração com a ONG The Nature Conservancy (TNC) para proteção de mananciais em 12 regiões metropolitanas do país. A parceria se dá por meio da participação da companhia no programa Coalizão Cidades Pela Água e tem promovido ações de recuperação e conservação de áreas estratégicas para as fontes de água de metrópoles brasileiras.

Em 2012, a PepsiCo realizou um grande projeto relacionado à gestão de recursos hídricos, quando se tornou a primeira empresa privada a apoiar e a financiar uma iniciativa que levou água potável para cinco milhões de pessoas em 11 estados do semiárido nordestino, por meio do programa “Um Milhão de Cisternas”. Em apenas dois anos, foram investidos cerca de R$ 3,5 milhões na ação, que é coordenada pela organização Articulação do Semiárido (ASA). O programa financiou a construção e a entrega de cisternas produtivas, que são reservatórios usados para captação de água destinada à agricultura familiar e a escolas públicas.

EM BREVE:

Novas Tecnologias de Tratamento de Esgotos e Efluentes, 3a. edição.