MENU
Sorgo industrial da Nexsteppe estimula o mercado de biogás

A NexSteppe desenvolveu uma nova linha de produtos para oferecer altos rendimentos de cultura no campo e altos rendimentos de biogás e biometano em digestor. Os sorgos industriais Metano Alto estão sendo redimensionados rapidamente na Europa e foram testados em centenas de países para a produção de biogás.

Uma política alemã específica que beneficia o sorgo industrial é a EEG 2017. Esse programa vincula incentivos de produção de bioenergia a um portfólio de culturas diversificadas cada vez maior. Os produtores de biogás que buscam manter total elegibilidade do programa devem limitar a porcentagem em massa de abastecimento a partir do milho. Esse “teto do milho” será reduzido de 50% em 2017 para 44% em 2022. A Metano Alto faz com que a integração do sorgo industrial fique mais fácil para os produtores, uma vez que uma porção cada vez de matéria-prima é combinada para manter o suporte e melhorar a economia para os agricultores.

“Temos visto um nível significativo de interesse de nossos clientes nas culturas de sorgo para biogás, principalmente em locais como a Europa, onde leis ambientais e de fertilizantes estão incentivando a diversidade de culturas e o uso reduzido de fertilizantes”, diz Anna Rath, CEO da NexSteppe.

De acordo com a Nexsteppe, os híbridos da Metano Alto possuem rendimentos de metano iguais aos do milho, baixos custos de insumos e implantação, além do alto poder calorífico. Desempenho em campo e composição química são os principais atrativos para utilizar o sorgo industrial como matéria-prima na produção do biocombustível. 

EM BREVE:

Conferência Biogás & Biometano, 7a. edição.