Sorocaba terá o primeiro arranjo produtivo de energias renováveis

O lançamento do primeiro Arranjo Produtivo Local (APL) voltado para as energias eólica e solar aconteceu, na última segunda-feira (25), na sede do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) de Sorocaba. A formalização será realizada em agosto com a constituição da instituição privada.

Foto: Página Sustentável

Sorocaba é um dos principais polos de empresas multinacionais voltadas para os setores de energia eólica e solar, além da cadeia produtiva de componentes. A cidade conta atualmente com 98 instalações que produzem energia solar com potência de 482 quilowatts (kW).

O objetivo do APL é reunir as empresas de Sorocaba no setor de renováveis e reforçar a articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com outros atores locais, como governo, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa.

Cerca de 25 empresas da cidade irão fazer parte do APL, entre elas estão a Canadian, Wobben Windpower, Prysmian e ABB.