Universidade do Havaí investe em energia solar fotovoltaica

A Universidade do Havaí (UH), em parceria com a Johnson Controls e a Pacific Current, anunciou que seu campus em Maui College estará entre os primeiros do país a gerar 100% de sua energia a partir de sistemas solares fotovoltaicos (PV), juntamente com o armazenamento de baterias.

O novo sistema de armazenamento PV do campus Maui College está previsto para entrar em operação no próximo ano. Em O’ahu, por meio da combinação de toldos de proteção solar, armazenamento de energia distribuída e medidas de eficiência energética, Leeward Community College, Honolulu Community College, Kapi"olani Community College e Windward Community College reduzirão o uso de combustível fóssil para energia em 98%, 97%, 74% e 70%, respectivamente.

Em 2015, o Havaí tornou-se o primeiro estado dos Estados Unidos a assumir um compromisso sem precedentes para atingir 100% de energia renovável até 2045. Simultaneamente, a Universidade do Havaí e a Legislatura do Havaí estabeleceram uma meta coletiva para que o sistema universitário fosse Net Zero até 1º de janeiro de 2035, ou seja, o sistema produziria tanto energia renovável quanto consome em seus campi. Dos dez campi, o Maui College está pronto para ser o primeiro a suprir 100% de suas necessidades energéticas por meio de energia renovável.

A parceria é a segunda fase de um projeto plurianual de eficiência energética e energia renovável. Na primeira fase, as medidas de eficiência energética foram implementadas com sucesso no campus Maui College da UH e nos campi das faculdades comunitárias de O’ahu sob contratos de desempenho energético concedidos à Johnson Controls em 2010. A fase dois inclui atualizações adicionais de eficiência energética e a instalação de painéis solares fotovoltaicos acoplados com armazenamento de bateria, permitindo que os cinco campi utilizem a energia gerada por fontes renováveis, conforme necessário. Os sistemas de armazenamento PV serão desenvolvidos pela Johnson Controls e de propriedade da Pacific Current, sediada no Havaí. Os upgrades de eficiência energética também reduzirão os pedidos de manutenção nesses campi em aproximadamente US$ 20 milhões.

“Com a implementação da fase dois, esses cinco campi da UH reduzirão o consumo de energia fóssil em aproximadamente 14 GWh anualmente (45%) e adicionarão em torno de 13 GWh de geração de energia renovável”, informa John Morton, vice-presidente das faculdades comunitárias da UH. “Estamos orgulhosos de mover todo o Sistema da Universidade do Havaí para mais perto de seu mandato de energia Net Zero, para celebrar as conquistas da Maui College e posicionar os campi das faculdades comunitárias de O’ahu ao alcance de 100% de geração de energia renovável.”

Após a implementação bem-sucedida das medidas de conservação de energia nos campi durante a primeira fase, a segunda fase elevará a capacidade total no local a 2,8 MW de energia solar fotovoltaica e 13,2 MWh de armazenamento de energia distribuída na UH Maui College, além de 7,7 MW de energia solar fotovoltaica e 28,6 MWh de armazenamento de energia distribuída por bateria para os campi de O’Hu das Community Colleges da UH.