Apple busca redução das emissões de gases efeito estufa da cadeia de produção

A gigante americana Apple anunciou que 21 fabricantes dos seus produtos prometeram obter toda a eletricidade usada (mais de 5 GW) a partir de fontes renováveis até 2020. Com isso a cadeia de suprimento da empresa, que representa ¾ da pegada de carbono terá um consumo de 40% de energias renováveis, já que os participantes do projeto de redução das emissões chegam a 44 empresas fornecedoras.

Foto: Divulgação

Lisa Jackson, a vice presidente de meio ambiente e iniciativas políticas e sociais da Apple, ressaltou a importância da medida, uma vez que a maior parte dos fornecedores estão na China: "Fazendo isso, acreditamos que outras empresas possam se juntar a esse esforço se pudermos mostrar que é economicamente viável e factível."

Relacionamento com comunidade indígena é um desafio, mas também oportunidade para construção de uma agenda positiva
Coopermiti comemora a marca de 2,5 mil toneladas de lixo eletrônico reciclados em 10 anos
Temperaturas de março no Alasca alcançam 20°F a mais do que o usual
São Paulo: 44% da bioeletricidade em 2018