MRV instala sistema de reaproveitamento de água em suas obras

O alerta foi dado. Em 2050, cerca de 40% da população mundial viverá em áreas de grave estresse hídrico. Isso porque, nos próximos 30 anos a demanda mundial, segundo Relatório Mundial das Nações Unidas, deverá aumentar em 55%. Prestes a comemoração do Dia Mundial da Água (22/3), fica a questão: o que você vem fazendo para diminuir o consumo e desperdício desse líquido tão precioso para a vida?

A MRV, por exemplo, está utilizando sistemas de reaproveitamento de água. O reuso vem sendo apontado por instituições especializadas como estratégia para driblar a escassez. Tanto que, de acordo com o Relatório Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil 2018, produzido pela Agência Nacional de Águas (ANA), a meta proposta até 2030 é que o Brasil faça o reuso não potável direto de 13 m³/s, o que representaria 4% do total de água reutilizada no mundo.

Foto: Divulgação

O reaproveitamento já acontece na MRV em diversas frentes, como no canteiro de obras e nos condomínios. Em uma delas, por exemplo, a água é coletada através das coberturas dos edifícios e/ou edificações da área comum do empreendimento, direcionada para pontos de utilização, como bacia sanitária da guarita e torneiras de jardim. A água coletada das coberturas dos barracões de obra é utilizada na limpeza do canteiro. A água usada na lavagem da betoneira da obra (equipamento para misturar materiais da construção civil) é da bica do caminhão da concreteira e reutilizada após passar por um processo de decantação.

"Acreditamos e investimos em iniciativas para o meio ambiente, tanto que em todas nossas obras são instalados sistemas que possibilitam o reaproveitamento de água durante as atividades. Com essas ações todos saem ganhando, pois, além de contribuir para a preservação dessa fonte, também traz uma economia para a empresa e para os clientes", conta o gestor executivo de segurança, saúde e meio ambiente da MRV, José Luiz Esteves da Fonseca.

Link relacionado

Conferência Novas Tecnologias para Tratamento de Esgotos e Efluentes

Relacionamento com comunidade indígena é um desafio, mas também oportunidade para construção de uma agenda positiva
Coopermiti comemora a marca de 2,5 mil toneladas de lixo eletrônico reciclados em 10 anos
Waste-to-Energy
Temperaturas de março no Alasca alcançam 20°F a mais do que o usual