Tecpar busca inserção na cadeia produtiva de veículos elétricos

Como estratégia de alinhar as últimas tendências nacionais e internacionais na área de tecnologia e inovação, o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) firmou parceria com a Renault para disponibilizar ao instituto a plataforma do Twizy, veículo elétrico produzido pela montadora. Com a plataforma e os dados abertos do protótipo disponibilizado pela Renault, pesquisadores do instituto podem desenvolver novos estudos para criarem outros veículos elétricos.

A iniciativa tem o objetivo de aproveitar o projeto de lei que propõe zerar a alíquota de Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) exclusivo para veículos elétricos, hoje é de 3,5%, e tornar o Paraná o primeiro estado brasileiro a conceder incentivo fiscal para estimular a produção de carros elétricos.

Tecpar e Renault firmam parceria para impulsionar produção de veículo elétrico no Brasil.
Foto: Página Sustentável

A diretora de Inclusão e Mobilidade Sustentável da Renault, Silvia Barcik, explica que a montadora desenvolveu o veículo no conceito Plataforma Open Mind, quando todos os dados técnicos do veículo estão disponíveis – no caso do Twizy, para que a sociedade possa estudar soluções locais para a mobilidade: "A plataforma está disponível ao Tecpar para que os pesquisadores do instituto possam, dentro da área de atuação da empresa, desenvolver novos veículos a partir dos dados técnicos do veículo."

O diretor-presidente do Tecpar, Fabio Cammarota, ressalta que a ideia é o instituto apoiar o governo do estado na missão de transformar o Paraná o mais inovador do Brasil: "Dentro da nossa área de atuação, e em especial na área de energia inteligentes e agrotech, queremos ser o braço do governo para participar de projetos inovadores."

Cadeia produtiva

Pioneiro na área de veículos elétricos, o Paraná já tem uma eletrovia, que é mantida pela Companhia Paranaense de Energia (Copel) e que é inovadora por ser a maior do país. São oito eletropostos na BR-277, ligando Paranaguá, no Litoral, a Foz do Iguaçu, no Oeste do estado.

O diretor de Indústria e Inovação do Tecpar, Rafael Rodrigues, ressalta que, além de incluir os colaboradores do instituto em um ambiente de imersão tecnológica, a intenção de manter, por 15 dias, a plataforma do Twizy no Tecpar é avaliar como a empresa pode participar, direta ou indiretamente, na cadeia produtiva dos veículos elétricos. "A plataforma de desenvolvimento disponibilizada pela Renault serve como ignitor de pesquisas e faz com que nossos colaboradores possam estar imersos no ambiente de desenvolvimento e inovação na cadeia de veículos elétricos", salienta Rodrigues.

Link relacionado

Conferência Novas Tecnologias de Geração Fotovoltaica

Shopping Parque da Cidade adota inovação em sistemas de gestão da água
Projeto fortalece posição estratégica do etanol
Encontro no Sesc Avenida Paulista discute os caminhos do fotoativismo
Transformar cidades em um lugar melhor para viver: o futuro sendo construído hoje