Vendas de etanol superam 5 bilhões de litros no primeiro bimestre

As unidades produtoras do Centro-Sul comercializaram 2,45 bilhões de litros em fevereiro, sendo 2,37 bilhões destinados ao consumo interno e apenas 85,42 milhões ao mercado internacional. Do total comercializado internamente, 653,31 milhões foram de etanol anidro e 1,71 bilhão de etanol hidratado, com expressivo crescimento de 46,62% em relação aos 1,17 bilhão de litros vendidos em fevereiro de 2018.

“O volume de hidratado vendido em fevereiro deste ano representa um recorde histórico para o mês e sinaliza a manutenção das vendas aquecidas do biocombustível”, destaca o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Antonio de Pádua Rodrigues.

Foto: Divulgação

As vendas de hidratado por dia registraram 85,84 milhões de litros em fevereiro, com crescimento de 3,20% em relação aos 83,20 milhões verificados no mês anterior. “Esses números reforçam a opção do consumidor pelo hidratado e indicam que o volume comercializado em fevereiro só apresentou retração em relação a janeiro por causa do menor número de dias úteis”, explicou Rodrigues.

No agregado desde abril de 2018 até 1 de março de 2019, as vendas de etanol pelas unidades do Centro-Sul totalizaram 28,41 bilhões de litros com 1,48 bilhão direcionados para exportação e 26,93 bilhões ao mercado interno. 

Desse total destinado ao mercado nacional, o volume acumulado de etanol hidratado comercializado (19,21 bilhões de litros) representa crescimento de 36,05% na comparação com o valor apurado no mesmo período da safra 2017/2018.

A quantidade de cana processada pelas usinas e destilarias do Centro-Sul totalizou 543,37 mil toneladas na segunda quinzena de fevereiro de 2019, com toda moagem registrada nos estados do Mato Grosso do Sul e Goiás.

Levantamento atualizado pela Unica indica que seis unidades produtoras retomaram a produção na segunda metade de fevereiro. Assim, estão em operação no Centro-Sul oito unidades processadoras de cana-de-açúcar e oito plantas com fabricação de etanol a partir de milho.

Acesse o relatório completo aqui.

Aeroporto Salvador Bahia pretende economizar 2 milhões de m³ com sistema de reuso
Energia solar fotovoltaica ocupa sétima posição na matriz elétrica brasileira e ultrapassa nuclear
Setor sucroenergético impulsiona economia e preservação do meio ambiente no Triângulo Mineiro
FSC reforça a importância das florestas para o desenvolvimento sustentável