Fiesp consegue acordo para reduzir aumento de 35% no gás

acordo entre a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) e os consumidores industriais, envolvendo várias associações representativas da indústria intensiva no consumo do gás, foi um sucesso: a partir de 1º de março o aumento médio de 35% será reduzido para 23%.

Foto: Divulgação

Este repasse permitirá estacionar o déficit da conta corrente desfavorável à Comgás e aguardar condições econômicas mais favoráveis em maio de 2019, quando a questão voltará a ser tratada pela indústria e concessionária.

O estado de São Paulo precisa de gás natural a preços internacionais e está buscando alternativas para romper o monopólio de fornecimento, por meio da construção imediata de uma estação de regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL) no litoral paulista.

Renner utiliza energia solar para abastecimento de lojas
Um em cada três dos focos de queimadas na Amazônia tem relação com desmatamento
EDP e Eneva inauguram primeira estrada construída com cinzas de carvão
Eternit aposta na telha fotovoltaica