Cemig junta painéis fotovoltaicos com sistemas de armazenamento de eletricidade

A Cemig aplicará R$ 40 milhões em dois projetos de armazenamento de eletricidade. O primeiro envolverá painéis fotovoltaicos ligados a baterias, para que os consumidores possam guardar a energia gerada nos painéis para uso no horário de ponta; este é o período de maior consumo, no qual a tarifa é 3 vezes maior que no restante do dia. Armazenando eletricidade, o consumidor poderá reduzir sua conta de luz. O outro projeto também envolve baterias, mas ligadas à rede da própria Cemig. O projeto será uma bancada de testes em escala real para testes de diferentes tipos de bateria.

Como as rede de distribuição de eletricidade são dimensionadas para atender ao pico de demanda, um alívio neste período pode ser um bom negócio para a empresa, já que permite jogar para frente gastos com reforços de subestações e transformadores na rede.

http://www.valor.com.br/empresas/5477095/cemig-vai-investir-no-armazenamento-de-eletricidade# 

Uberlândia coloca em operação o primeiro sistema de armazenamento em larga escala integrado com usina fotovoltaica
Patinetes elétricos da Yellow chegam na Avenida Paulista
PLD cai em todos os submercados
Abelhas: o agronegócio precisa de polinizadoras