Geração solar cresce 21 vezes em 2017

Dados consolidados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) indicam que a geração solar fotovoltaica em 2017 foi 21 vezes superior à averiguada ano anterior. As usinas da fonte registradas na CCEE produziram 73,2 MWmédios ao longo do ano passado, enquanto a geração em 2016 foi de 3,5 MWmédios.

A capacidade instalada da fonte solar também apresentou evolução expressiva em 2017, chegando a 1 GW frente aos 0,02 GW de capacidade no final do ano anterior. Hoje, a CCEE registra 40 usinas solares fotovoltaicas em operação comercial no Sistema Interligado Nacional (SIN), número cinco vezes superior ao de 2016 quando eram 8 usinas com registro oficial na Câmara de Comercialização.

De toda a energia solar produzida no ano passado, 44,6 MWmédios foram negociados comercialmente, enquanto os 28,7 MWmédios restantes foram gerados por usinas em testes.

Os estados da Bahia com 316 MW (11 usinas), Piauí com 270 MW (9 usinas) e Minas Gerais com 232,4 MW (9 usinas) são os destaques em termos de capacidade instalada no Brasil. As demais instalações são encontradas no Rio Grande do Norte (4 usinas), Pernambuco (2 usinas), Santa Catarina (2 usinas), Ceará (1 usina), Rio Grande do Sul (1 usina) e São Paulo (1 usina).

Esses números devem ser reforçados pela expectativa de ampliação em 2018. De acordo com a CCEE, há previsão de entrada em operação de 33 usinas solares fotovoltaicas ao longo ano, o que deve acrescentar 929,3 MW de capacidade instalada da fonte.

Tetra Pak apresenta websérie sobre histórias de vida daqueles que atuam com reciclagem no país
Agricultura brasileira e redução dos gases de efeito estufa
Conheça alguns pecados de não ser uma empresa sustentável
Cabify adere ao Pacto Global da ONU