Especialistas em empreendedorismo do Vale do Silício dão dicas para startups brasileiras

Participantes da 22ª edição do Concurso Acelera Startup receberão online dicas de especialistas em empreendedorismo do Vale do Silício (nos Estados Unidos), Holanda, Suíça, França, Inglaterra, Canadá e Portugal. Durante o evento, cinco cabines de teleconferência estarão disponíveis para as empresas selecionadas na disputa.

Organizada pelo Departamento da Micro, Pequena, Média Indústria e Acelera Fiesp da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a iniciativa acontece nos dias 12 e 13 de novembro, na sede da entidade, das 8h30 às 18h. O Acelera Startup incentiva o empreendedorismo inovador e aproxima projetos e empresas de investidores. Participarão projetos ou empresas pré-operacionais (faturamento abaixo de 250 mil reais no último ano) e operacionais (faturamento acima de 250 mil reais no último ano) e universitários – uma novidade desta edição -, nas categorias indústria 4.0, fintechs, geral, longevidade e bem-estar.

Foto: divulgação

O evento conta com palestras sobre inovação, investimento e empreendedorismo, com especialistas do mercado e empresários e gestores de sucesso, entre eles Dyogo de Oliveira, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Angelo Figaro Egido, CIO da Renault, Bruno Nardon Felici, presidente da Rappi Brasil, entre muitos outros.

Para os 450 empreendedores que tiveram projetos ou startups selecionados na primeira fase de avaliação haverá dois dias de um exclusivo processo de aceleração, com palestras, workshops, mentorias e avaliações classificatórias, além do acompanhamento dos pitches (apresentações) dos finalistas à banca de investidores mais seleta do mercado. 

Os nove candidatos mais bem avaliados (sendo três projetos de cada categoria - operacional, pré-operacional e universitário) chegarão como finalistas do evento, podendo apresentar seu negócio no modelo de elevator pitch (com duração de até três minutos), à banca de investidores. Três deles serão os grandes vencedores, independentemente da categoria. Serão premiados projetos e empresas inovadoras tanto em fase pré-operacional quanto operacional e universitário.

Nas últimas edições do evento, foram avaliados mais de 39.250 projetos de todo o Brasil, participaram mais de 600 mentores e mais de 700 investidores. Somando as edições anteriores (2011 a 2018), o evento já gerou investimentos de mais de R$ 40 milhões.

Calendário 2019
Mulheres, inovação e protagonismo
Solvay inaugura fábrica no Brasil e amplia participação na química sustentável
Mudanças do clima estão tornando os incêndios maiores, mais quentes e perigosos