Estudo da Bloomberg indica que as maiores empresas americanas emitem mais do que as europeias

Um estudo da Bloomberg demostrou que as empresas que compõe o índice S&P 500 são mais intensivas que as do índice STOXX 600. O estudo usou a ferramenta Portfolio Carbon Footprint Tool que compara as emissões de carbono tanto de empresas como de indústrias usando os critérios do Grupo de Trabalho sobre Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima (Task Force on Climate-Related Financial Disclosures - TCFD).

Foto: divulgação

Isso se torna importante já que as tendências de mercado mostram que os gestores de investimentos estão prestando mais atenção para a pegada de carbono, num primeiro movimento para gestão de risco climático. Fundos de mais de $10 trilhões já assinaram o Compromisso de Carbono de Montreal, assumindo a responsabilidade de divulgar as pegadas de carbono de seus portfólios. Na França, essa divulgação é obrigatória e uma lei recente da Califórnia exige medida semelhante.

Setor de cerâmica cria iniciativa para impulsionar desenvolvimento sustentável
MG: projeto integrado de reciclagem aprimora coleta seletiva em Pedro Leopoldo
Fiesp consegue acordo para reduzir aumento de 35% no gás
Controle biológico em hortas urbanas reduz impacto ambiental