Expansão do biodiesel ao diesel pode ser ampliada em 15%

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) sugeriu, na última semana de outubro, a expansão da adição obrigatória de biodiesel ao óleo diesel comercializado no Brasil de maneira gradual e progressiva. Pela primeira vez, a mistura do biodiesel ao diesel terá um cronograma previsível por vários anos seguidos.

Foto: divulgação

A proposta do CNPE estabelece que a adição de biodiesel cresça um ponto percentual ao ano, passando do atual patamar de 10% (mistura B10) para 11% (mistura B11) em junho de 2019. Sucessivamente, a ampliação será feita até março de 2023, quando todo o diesel comercializado ao consumidor final conterá 15% de biodiesel. A evolução está condicionada à conclusão e resultados dos testes determinados.

A estimativa é que a produção do biodiesel passe de 5,4 para mais de 10 bilhões de litros anuais, entre 2018 e 2023. Esse crescimento representa um aumento de 85% da demanda doméstica, o que deve consolidar o Brasil como um dos maiores produtores de biodiesel no mundo.

Calendário 2019
Mudanças do clima estão tornando os incêndios maiores, mais quentes e perigosos
Solvay inaugura fábrica no Brasil e amplia participação na química sustentável
Mulheres, inovação e protagonismo