Fiesp consegue acordo para reduzir aumento de 35% no gás

acordo entre a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) e os consumidores industriais, envolvendo várias associações representativas da indústria intensiva no consumo do gás, foi um sucesso: a partir de 1º de março o aumento médio de 35% será reduzido para 23%.

Foto: Divulgação

Este repasse permitirá estacionar o déficit da conta corrente desfavorável à Comgás e aguardar condições econômicas mais favoráveis em maio de 2019, quando a questão voltará a ser tratada pela indústria e concessionária.

O estado de São Paulo precisa de gás natural a preços internacionais e está buscando alternativas para romper o monopólio de fornecimento, por meio da construção imediata de uma estação de regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL) no litoral paulista.

Brasil está em 56º lugar no ranking de iniciativas urbanas sustentáveis
Armazenamento Energético em Geração Distribuída
Programa que reciclou mais de 50 milhões de garrafas de vidro ganha escala setorial
Exportação de produtos florestais alcança US$ 2,8 bilhões no 1º trimestre