Fiesp consegue acordo para reduzir aumento de 35% no gás

acordo entre a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) e os consumidores industriais, envolvendo várias associações representativas da indústria intensiva no consumo do gás, foi um sucesso: a partir de 1º de março o aumento médio de 35% será reduzido para 23%.

Foto: Divulgação

Este repasse permitirá estacionar o déficit da conta corrente desfavorável à Comgás e aguardar condições econômicas mais favoráveis em maio de 2019, quando a questão voltará a ser tratada pela indústria e concessionária.

O estado de São Paulo precisa de gás natural a preços internacionais e está buscando alternativas para romper o monopólio de fornecimento, por meio da construção imediata de uma estação de regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL) no litoral paulista.

Aeroporto Salvador Bahia pretende economizar 2 milhões de m³ com sistema de reuso
FSC reforça a importância das florestas para o desenvolvimento sustentável
Energia solar fotovoltaica ocupa sétima posição na matriz elétrica brasileira e ultrapassa nuclear
Setor sucroenergético impulsiona economia e preservação do meio ambiente no Triângulo Mineiro