Parceria russo-finlandesa investe em renováveis

FotoO fundo de investimentos que reúne a russa Rusnano e a finlandesa Fortum começará a instalar a segunda fase do projeto de 1GW, adquirido no leilão russo em junho de 2017. A segunda etapa contempla um projeto de 200 MW que vai produzir energia renovável já na primeira metade de 2019.

Foto: Página Sustentável

O fundo venceu novo leilão e conseguiu o direito de construir mais 823 MW de eólica. A Fortum, sozinha, conseguiu 110 MW de energia solar.

O avanço das renováveis na Rússia, grande produtor de petróleo e gás, mostra que as renováveis alcançaram plena competitividade mesmo em ambiente pouco favorável. 

Renováveis na Alemanha passam o carvão
Uso da água, de novo e sempre
Nouryon faz novas parcerias para acelerar inovação química
PLD é fixado em R$ 166,17 MWh no Sudeste e Sul