Parceria russo-finlandesa investe em renováveis

FotoO fundo de investimentos que reúne a russa Rusnano e a finlandesa Fortum começará a instalar a segunda fase do projeto de 1GW, adquirido no leilão russo em junho de 2017. A segunda etapa contempla um projeto de 200 MW que vai produzir energia renovável já na primeira metade de 2019.

Foto: Página Sustentável

O fundo venceu novo leilão e conseguiu o direito de construir mais 823 MW de eólica. A Fortum, sozinha, conseguiu 110 MW de energia solar.

O avanço das renováveis na Rússia, grande produtor de petróleo e gás, mostra que as renováveis alcançaram plena competitividade mesmo em ambiente pouco favorável. 

Votorantim Cimentos aprimora matriz energética com resíduos urbanos
Lixões liberam 6 milhões de toneladas de gases de efeito estufa ao ano
Abetre apresenta cartilha com alternativas para gerenciamento de resíduos
Vendas explosivas da Tesla na Noruega fazem Mercedes viver seu momento Kodak