PLD cai 38% em todos os submercados

O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período entre 27 de outubro e 2 de novembro caiu 38% ao passar de R$ 229,71/MWh para R$ 142,40/MWh nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte. Os dados são da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

A melhora expressiva nas afluências previstas para o sistema, em outubro e em novembro, é o principal fator para a queda do preço em todos os submercados. As ENAs (Energia Natural Afluente) esperadas para outubro devem fechar em 101% da média histórica, acima da MLT no Sudeste (107%) e no Sul (113%), cenário também previsto para o próximo mês.

Foto: Página Sustentável

Para a próxima semana, a expectativa é que a carga fique em torno de 25 MWmédios mais baixa no SIN, com redução esperada apenas no Sudeste (-90 MWmédios). A expectativa no Norte é praticamente a mesma da última semana, apresentando elevações no Sul (+55 MWmédios) e no Nordeste (+10 MWmédios).

Já os níveis dos reservatórios do sistema ficaram cerca de 1.150 MWmédios mais altos frente à previsão anterior, com elevação em todos os submercados, exceto no Nordeste, cujos níveis permanecem os mesmos. Os níveis ficam mais elevados no Sudeste (+815 MWmédios), no Sul (+300 MWmédios) e no Norte (+30 MWmédios).

O fator de ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) esperado para outubro é de 67,6% e a previsão para novembro é de 77,9%. Os Encargos de Serviços do Sistema (ESS) esperados para outubro estão em R$ 102 milhões, sendo R$ 87 milhões referentes à restrição operativa e os demais R$ 15 milhões à segurança energética. Para novembro, a previsão de ESS é apenas por restrição operativa, na ordem de R$ 56 milhões.

Votorantim Cimentos aprimora matriz energética com resíduos urbanos
Lixões liberam 6 milhões de toneladas de gases de efeito estufa ao ano
Abetre apresenta cartilha com alternativas para gerenciamento de resíduos
Vendas explosivas da Tesla na Noruega fazem Mercedes viver seu momento Kodak