PLD é fixado em R$ 451,57 MWh no Sudeste e Sul

O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período entre 2 e 8 de fevereiro passou de R$ 337,10/MWh para R$ 451,57/MWh nos submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul. No Nordeste, o preço subiu 3% ao ser fixado em R$ 141,05/MWh, enquanto o PLD no Norte voltou ao piso de R$ 42,35/MWh.

De acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), a principal responsável pela variação do PLD é a alteração na estimativa de afluências que estão previstas em 62% da Média de Longo Termo (MLT) para o sistema em fevereiro. Houve redução na Energia Natural Afluente (ENA) esperada para todos os submercados com índices em 63% no Sudeste, 75% no Sul, 16% no Nordeste e em 82% da média histórica no Norte.

Foto: Página Sustentável

Para a próxima semana, a expectativa é que a carga prevista fique em torno de 690 MWmédios mais alta, com elevação esperada em todos os submercados: Sudeste (+190 MW), Sul (+275 MW), Nordeste (+120 MW) e Norte (+105 MW).

Já os níveis dos reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN) ficaram cerca de 2.180 MWmédios mais baixos frente à última expectativa. A redução foi verificada em todos os submercados, exceto no Norte, cujos níveis ficaram cerca de 310 MW mais altos. As reduções foram de 1.630 MW no Sudeste, 705 MW no Sul e de 155 MW no Nordeste.

O fator de ajuste do MRE para fevereiro foi revisto de 161,8% para 156,2%. O Encargos de Serviço do Sistema (ESS) esperado para o período é de R$ 74 milhões, sendo R$ 63 milhões referentes à restrição operativa e R$ 11 milhões por conta da reserva operativa de potência.
 

Uberlândia coloca em operação o primeiro sistema de armazenamento em larga escala integrado com usina fotovoltaica
Patinetes elétricos da Yellow chegam na Avenida Paulista
MME: R$ 6,8 bi para 53 novas usinas de energia limpa
Abelhas: o agronegócio precisa de polinizadoras