Vendas explosivas da Tesla na Noruega fazem Mercedes viver seu momento Kodak

A maior concessionária da Mercedes em Oslo teve uma queda nas vendas de 33% no primeiro quadrimestre de 2019 em relação ao mesmo período do ano anterior. Não que o mercado esteja em contração, ao contrário, a venda de automóveis na Noruega aumentou 4% no período.

O que está acontecendo por lá é um desinteresse nos veículos a gasolina e diesel e um interesse crescente por veículos elétricos.

Foto: Página Sustentável

O Tesla Model 3, que está disponível na Noruega apenas desde fevereiro, já é de longe o automóvel mais vendido naquele país nos primeiros quatros meses de 2019.

A Noruega está muito à frente na curva de adoção de VEs, mas analistas esperam que outros países do continente estejam na mesma posição dentro de cinco anos ou pouco mais.

Para a Clean Technica, o que está acontecendo na Noruega deveria servir de aviso para empresas como a Toyota que tem assumido uma atitude de "esperar para ver" em relação aos VEs. 

Como diz Tony Seba, da Universidade de Stanford, embora as rupturas de mercado comecem lentamente, quando atingem um ponto de inflexão, a demanda muda rapidamente e aqueles que não estão preparados para a mudança acabam por sofrer efeitos nefastos da forte transformação.

Link relacionado

Conferência Armazenamento Energético em Geração Distribuída

Tecpar busca parceiros para estimular pesquisa e desenvolvimento
Novo estudo mostra que restauração em larga escala já está acontecendo na Mata Atlântica
EDP inaugura mais um posto de recarga para veículos elétricos no Espírito Santo
Giovani Vitória Machado é o novo diretor da EPE