Consumo nacional de eletricidade cresce 3,8%

O boletim da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgado, na última quinta-feira (28), apontou que em janeiro de 2019 o consumo nacional de eletricidade na rede de energia elétrica alcançou 41.142 GWh - nível 3,8% superior ao mesmo período em 2018. O acumulado em 12 meses totalizou 473.746 GWh atingindo crescimento de 1,3% em janeiro na mesma base de comparação. À exceção do Norte (-8,9%), todas as demais regiões registraram expansão no consumo de energia elétrica no mês, com a maior taxa sendo obtida pelo Centro-Oeste (+8,0%), seguida do Sul (+6,2%), Sudeste (+4,3%) e Nordeste (+3,2%).

Foto: Página Sustentável

Conforme a modalidade de contratação da energia, o mercado cativo das concessionárias subiu 3,5% em janeiro e reduziu 0,7% no acumulado de 12 meses, enquanto o mercado de livre contratação cresceu 4,4% no mês e 5,8% no acumulado de 12 meses.

Dentre as principais classes de consumo, o melhor desempenho foi a residencial (+8,0%), especialmente favorecida pelas temperaturas mais elevadas em relação a 2018, com a persistência de muitos dias com os termômetros superando 28°C em grande parte do país. Essa variável também teve impacto na classe comercial (+5,9%).

A industrial foi a única classe de consumo com queda na demanda em janeiro (-0,4%). Dos 10 ramos da indústria que mais demandam eletricidade da rede, 5 tiveram desempenho positivo no mês, com as maiores altas nos setores químico (+8,7%), fabricação de produtos alimentícios (+2,3%) e extrativo mineral metálico (+1,6%).

Clique no link para ouvir o podcast da resenha mensal de fevereiro. 

Siemens impulsiona transição energética no Brasil
NeoSolar e Schneider Electric firmam parceria para fomentar eletromobilidade no Brasil
ICMS Ecológico pode ser fonte de renda e financiador de sistema de proteção ambiental nas cidades da Mata Atlântica
Inmetro disponibiliza serviço de calibração para fonte eólica